quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Jesus veio nos salvar de quê? - Estudo Bíblico

Por Ana Chagas


Texto-chave: “Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.” (João 8:36).
      I.            Jesus veio nos salvar DA JUSTA IRA DE DEUS Sabemos que Deus é amor, mas também é justiça, e é Santo, dentre tantos outros atributos. Em momento algum os atributos divinos entram em conflito ou sobressaem um ao outro. Deus é Santo; e por isso não convive nem compactua com o pecado. Deus é Justo; e por isso a sua justiça não o permitia simplesmente passar a mão na cabeça do homem após a queda e fingir que nada havia acontecido. Após a queda éramos filhos da ira (Efésios 2.3), ou seja, vivíamos em total rebeldia para com Deus e não o desejávamos. Mas Deus também é amor, e por causa do grande amor com que nos amou escolheu para si um povo (Tito 2.14). E é misericordioso, por isso nem todos se perderão, embora todos igualmente fossem dignos apenas de uma recompensa: o inferno. Porém, a sua Misericórdia nos alcançou e nos trouxe para o seu Reino de Luz (Romanos 9.15; Efésios 2.4-10).

a)     João 3:36 – Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece.
b)    Colossenses 3:5-7 – Mortificai, pois, os vossos membros, que estão sobre a terra: a fornicação, a impureza, a afeição desordenada, a vil concupiscência, e a avareza, que é idolatria; Pelas quais coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência; Nas quais, também, em outro tempo andastes, quando vivíeis nelas.
c)    1 Tessalonicenses 1:10 – E esperar dos céus o seu Filho, a quem ressuscitou dentre os mortos, a saber, Jesus, que nos livra da ira futura.
d)    Apocalipse 6:14-17 – E o céu retirou-se como um livro que se enrola; e todos os montes e ilhas foram removidos dos seus lugares. E os reis da terra, e os grandes, e os ricos, e os tribunos, e os poderosos, e todo o servo, e todo o livre, se esconderam nas cavernas e nas rochas das montanhas; E diziam aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós, e escondei-nos do rosto daquele que está assentado sobre o trono, e da ira do Cordeiro; Porque é vindo o grande dia da sua ira; e quem poderá subsistir?

    II.            Jesus veio nos salvar DO PODER/DOMÍNIO DO PECADO (porém, ainda habitamos no corpo desta morte, ou seja, esta natureza é pecaminosa. Isto significa que o que o nosso coração produz é pecaminoso, e ainda pode nos contaminar se dermos vasão aos desejos da nossa carne. Pois o pecado ainda habita em nós, ou seja, a possibilidade de pecarmos ainda está lá. Cabe a nós sufocá-la por amor a Cristo, para que a nossa vida seja sempre para a Sua glória. O Diabo não gera o pecado em nós; mas se utiliza deste ingrediente que é a nossa carne e tudo quanto ela produz (Gálatas 5.19-21), e nos instiga com ações externas para nos conduzir a consumar o pecado, seja por palavras, por pensamentos pecaminosos que cultivamos deliberadamente, seja por ações propriamente ditas).

a)     Tiago 1.13-15O pecado, sendo consumado, gera a morte.
b)    Romanos 6:16 – Não sabeis vós que a quem vos apresentardes por servos para lhe obedecer, sois servos daquele a quem obedeceis, ou do pecado para a morte, ou da obediência para a justiça?
c)     1 João 3.5-10 – Jesus se manifestou para tirar os nossos pecados.

 III.            Jesus veio nos salvar DO PODER/DOMÍNIO DO DIABO (porém, ainda sofremos a sua presença, ou seja, ele ainda pode nos oprimir e nos tentar de todas as formas; e isso só acabará na glória. Ele só não pode duas coisas: não pode nos tocar, nem nos afligir com enfermidades ou outras setas indo além do que o Senhor Deus permitir (como foi na vida de Jó, Deus está no comando!). Ele também não pode tomar posse do nosso corpo. Ou seja, o crente que de fato é nascido de novo JAMAIS será possuído por demônios (somos templo do Espírito Santo (1 Coríntios 3.16; 6.19;)).

a)    1 João 4.4 – Já os tendes vencido; porque maior é o que está em vós do que o que está no mundo.
b)    1 João 5.18 – Todo aquele que é nascido de Deus não vive na prática do pecado; mas o que de Deus é gerado conserva-se a si mesmo, e o maligno não lhe toca.
c)     Jó 1.12 – Tudo quanto ele tem está na tua mão; somente contra ele não estendas a tua mão. (Lembre-se: Deus está no controle na vida do salvo; e não o Diabo!)
d)    Jó 2.6 – Eis que ele está na tua mão; porém guarda a sua vida.
e)     Mateus 6.13 – E não nos conduzas à tentação; mas livra-nos do mal; porque teu é o reino, e o poder, e a glória, para sempre. Amém.
E COM A SALVAÇÃO RECEBEMOS AINDA OUTRAS BÊNÇÃOS:
1)    Estamos livres do inferno e da Segunda morte (João 5.24; Apocalipse 20.6,11-15);
2)    Somos agora co-herdeiros com Cristo, somos FILHOS de Deus (João 1.11-14; 1 João 3.1);
3)    Somos propriedade exclusiva de Deus (1 Pe 1.18; 1 Pe 2.9);
4)    Temos agora comunhão/Paz com Deus (Romanos 5.1-2; João 10.7,9; Efésios 3.12);
5)    A dívida que havia contra nós diante do Pai já foi paga (foi paga a Deus, e não ao Diabo como pensam alguns: Colossenses 2.14; Hebreus 9.24-28);
6)    Podemos aguardar o desfecho da Obra salvadora de Cristo, a Redenção plena, quando nos encontraremos com ele e receberemos um novo corpo onde não há mais corrupção (1 Tessalonicenses 4.13-18; 1 João 3.2; 1 Co 15.51-58);
7)    Temos a firme esperança na promessa de estar com o Senhor para sempre, a quem aguardamos ansiosos. Compreendemos que a maior bênção em estar no céu não é por termos escapado do inferno, ou por andarmos em ruas de ouro e ver rios de cristal, muros revestidos de pedras preciosíssimas, ou por recebermos ou não uma coroa cheia de pedras preciosas, ou outros galardões; mas é pela bênção de estar agora com o Cordeiro; rendendo-lhe glória para sempre, pois Ele é digno. (João 14.1-3; Colossenses 3.4; Apocalipse 21.22-27; 22.10-20).

O QUE CABE AGORA A NÓS COMO SALVOS /LIBERTOS POR JESUS CRISTO?
Jesus nos libertou da Ira de Deus, do domínio/poder do pecado e do domínio/poder do Diabo. Esta libertação se deu no ato da regeneração. Pois foi exatamente naquele momento que caíram dos nossos olhos as vendas que o inimigo de nossas almas havia colocado, e finalmente brilhou sobre nós a luz do Evangelho; a luz do Verbo encarnado (2 Coríntios 4.4).
Agora, como novas criaturas (2 Co 5.17), pecadores que foram tirados do charco de lodo e perdição (Salmo 40.2-3); é nossa responsabilidade diante do nosso Senhor e Salvador andarmos em santidade de vida (Hebreus 12.14; 1 Tessalonicenses 4:7; Romanos 6.22).
a)     Gálatas 5.1 – Estai, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou, e não torneis a colocar-vos debaixo do jugo da servidão.
b)    Efésios 5.8 - Ele nos salvou, e agora devemos andar na luz e como filhos da luz .
c)     Tiago 4.7 – Sujeitai-vos a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.
d)    Gálatas 5.16Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne.
e)     Efésios 6.10Fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder.
f)      Salmos 105:4Buscai ao Senhor e a sua força; buscai a sua face continuamente.
g)    Efésios 5:18E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito;
h)    Mateus 26:41Vigiai e orai, para que não entreis em tentação;
i)       1 Coríntios 10:12-13 – Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe não caia.
Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar.
j)        1 Coríntios 6:20 – Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.
 

Nenhum comentário: