quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Seja como o sapo surdo

Por Ana Chagas


clique para ampliar
Ao ler o primeiro comentário postado pela jornalista Micheline Borges acerca das médicas cubanas que estão no Brasil, pensei: “O que se esperar de pessoas que estão acostumadas a rotular, ou ainda a determinar quem pode ou não pode exercer determinada profissão?”


Felizmente, pude constatar depois, que ela pediu perdão publicamente pelas suas tristes palavras. Porém, não poderia deixar de compartilhar algumas reflexões que fervilharam em minha mente ao observar esta situação.



 Eu, particularmente, dou graças a Deus porque tenho a alegria de ver, em nosso País, pessoas negras, ou pessoas que vem de uma realidade de extrema pobreza, ou ainda, pessoas que, mesmo tendo "cara de empregadas", estão se destacando, se formando em direito, passando de primeira na prova da OAB; se tornando médicas, tendo sucesso financeiramente, conquistando espaço, enfim. 


Este comentário preconceituoso, no meu ponto de vista, deve nos servir de estímulo para os brasileiros colocarem em suas cabeças que não devem aceitar os rótulos que pessoas ou que a própria sociedade impõe sobre eles. 




Gostaria de deixar aqui uma palavra a todos aqueles que já foram rotulados alguma vez na vida: 

Vocês não são incapazes, embora muitas vezes sintam-se impotentes diante da desigualdade e injustiça social. Vocês não são formigas, como as do filme da "Formiguinha Z", que já nascem com todos ao redor determinando o que ela vai ser, se operário, se soldado, se general, etc. , apenas pela aparência física de cada uma. Vocês não vivem em uma cultura de castas, onde ninguém tem chance de crescer ou de prosperar, exceto os que nasceram "bem", segundo aquela cultura. Vivemos em um País onde podemos, ainda que com dificuldade, vislumbrar um objetivo e lutar por ele com garra, sem parar para dar ouvidos a rotuladores. Há um texto interessante que li que dizia que um grupo de sapos seguia rumo ao seu objetivo, porém, um a um iam ficando pra trás quando paravam para ouvir o que diziam os que estavam ao longo do caminho. Mas havia aquele sapinho persistente que seguia firme, ignorando as palavras de desânimo que ouviam. Alguns observavam de longe a persistência daquele sapinho. Até que ele alcançou o seu alvo. Quando eles foram averiguar qual era a razão de ele ter conseguido chegar sem ter se deixado desanimar como todos os outros, descobriram que o fator que o levou a vencer todos os obstáculos era bem simples: ele era surdo.
Mas eu vou ainda mais além. Além da necessidade de não aceitarmos rótulos preconceituosos sobre nós baseados em nossa aparência exterior; devemos nos lembrar de que Deus não nos julga pela aparência, mas ele conhece quem de fato nós somos. Quando sonhamos para nós os mesmos planos que o Senhor tem para nós, então, meu amigo, não há quem possa impedir que estes venham se cumprir. Não é uma pessoa que vai chegar e nos rotular e impedir que prossigamos e que realizemos os nossos sonhos e que venhamos até mesmo a surpreender aos outros e a nós mesmos, sendo e realizando coisas que nem imaginávamos alcançar. E isto que digo aqui não é em defesa de uma teologia de prosperidade distorcida que muitos têm pregado por aí, mas é a teologia da prosperidade bíblica, a qual Deus distribui como quer e a quem quer; principalmente entre os que o temem, porém, não podemos esquecer que as bênçãos espirituais advindas da Nova Aliança inaugurada por Cristo sobrepujam as demais bênçãos materiais e, portanto, passageiras.
O que estas médicas cubanas têm a ver com o que estou falando aqui? Talvez nenhum de nós tenha parado para pensar na realidade de vida de cada uma daquelas mulheres. Alguém aí parou para pensar nisso?
Por que trazer médicos justamente de Cuba? Não sei responder. O que posso dizer é que aqui há muitos médicos aptos para trabalhar, e que, por “enes” motivos não foram contratados. Com certeza há muita coisa errada no governo brasileiro, principalmente em relação à saúde e educação; fatos contra os quais, nós, como Igreja, devemos sempre assumir uma postura de protesto contra a injustiça e a corrupção, chamando sempre pecado de pecado.
Sem dúvida, fatos como este, mesmo que envolvendo pessoas de outro País, acabam nos levando a refletir acerca de quem somos e da maneira como olhamos para as pessoas; como as julgamos; do que aparentamos ser, do que as pessoas pensam de nós, e, principalmente, do que Deus pensa a nosso respeito; sim, porque este último fator é o mais importante de todos.

Deixemos de lado o preconceito e os rótulos. Prossigamos, há um alvo a ser atingido!
Sejamos como aquele sapo surdo!

Logo abaixo você confere o texto A corrida dos sapos à qual me referi acima:


A corrida de sapos


Era uma vez uma corrida de sapos...
O objetivo era atingir o alto de uma grande torre. Havia no local uma multidão assistindo. Muita gente para vibrar e torcer por eles. Começou a competição. Mas como a multidão não acreditava que os sapinhos pudessem alcançar o alto daquela torre, o que mais se ouvia era:

"Que pena !! esses sapinhos não vão conseguir... ...não vão conseguir..."

E os sapinhos começaram a desistir.

Mas havia um que persistia e continuava a subida

em busca do topo...

A multidão continuava gritando :

"... que pena !! vocês não vão conseguir !..."



E os sapinhos estavam mesmo desistindo, um por um...

menos aquele sapinho que continuava tranqüilo...

embora cada vez mais arfante.

Já ao final da competição, todos desistiram, menos ele...

A curiosidade tomou conta de todos.

Queriam saber o que tinha acontecido...

E assim, quando foram perguntar ao sapinho

como ele havia conseguido concluir a prova,

aí sim conseguiram descobrir...

que ele era surdo !

Não permita que pessoas com o péssimo hábito de serem negativas, derrubem as melhores e mais sábias esperanças de nosso coração !

(autor desconhecido)

 

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Omissão: Até quando Deus nos suportará?

Por Ana Chagas
O Evangelho está sendo deturpado, ultrajado, desprezado, insultado, adulterado; tudo isso em detrimento de uma vida amoldada ao mundo e suas vãs filosofias. Muitas pessoas estão buscando uma vida de concessões, do "não tem nada de mais"; do "só parece ser festa junina, mas não é"; do "parece ser um Show do mundo, mas na verdade é adoração a Deus" ? Será que Deus aceita esse tipo de adoração? Será que tudo isso não é fogo estranho levado à sua presença, e está incomodando as suas narinas?


Até quando vamos estar à procura da igreja ao gosto do freguês?
Até quando vamos estar à procura da "igreja dos nossos sonhos", que se amolde aos nossos gostos pessoais; onde somos bajulados, onde somos nós o centro das atenções, quando apenas Cristo o deve ser?

Até quando vamos querer este Evangelho barato, o qual não transforma, mas acomoda pessoas na ilusão de que, por frequentarem determinada construção de tijolos e cimento religiosamente podem se chamar de cristãos e acharem que entrarão no gozo de Cristo?

Até quando o homem continuará afastando Deus de seu viver diário, das Instituições públicas, das escolas e de suas casas?

Até quando os governos opressores e injustos continuarão a usurpar o direito do povo que perece no descaso?

Até quando as nossas crianças terão sua infância tragada pela pedofilia, pela escravidão às escondidas, pela opressão psicológica sob ameaças, pelas drogas, pelo exemplo que têm nos chefes de gangues tendo-os como seus "heróis"; e ainda por toda a sorte de violência?

Até quando os crentes estarão calados e omissos diante de tudo isso?

Até quando estaremos gostando tanto de estar no mundo e aguardarmos mais ansiosamente o sucesso pessoal do que a volta de Cristo? Até quando estaremos distraídos com os atrativos terrenos deixando Deus de lado?

Até quando continuaremos somente absorvendo conhecimento sem partir para a prática, sem partir para o ataque contra o reino das trevas? Sim, pois quando Jesus disse que as portas do inferno não prevaleceriam contra a sua Igreja, Ele quer mostrar que a Igreja não é inerte, mas é uma Igreja que batalha as batalhas da fé, que avança frente ao império da morte e do pecado. Até quando ficaremos sem esta visão ampla do que é o reino espiritual?

Deus é paciente. Mas, até quando nos suportará?
 

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Pare de perguntar a Deus o Por quê da tempestade.

Por Ana Chagas


"Porque eu, o Senhor teu Deus, te tomo pela tua mão direita; e te digo: Não temas, eu te ajudo." (Isaías 41:13)
Sei que às vezes a luta se torna quase insuportável e a tempestade faz com que as ondas do mar pareçam capazes de levar o teu barco à ruína, mas, mesmo em meio a tudo isso, não pergunte mais a Deus o por quê; apenas submeta-se cada vez mais à vontade de Deus, ore, confie nEle, e Ele fará aquilo que lhe aprouver na tua vida. Para o mundo, pode até soar como loucura dizer isso; pois o mundo acha que pode tomar as rédeas do seu próprio destino, murmurar ou enganando-se, pensar que pode subjugar a Deus; mas o crente sabe que tem dono, que tem Senhor, que tem Pai, o qual diz: "Não temas, eu te ajudo."


Sabemos que muitas vezes Deus permite o sofrimento, mas não deixa passar sozinhos por ele; Deus passa no meio dele conosco, sendo o nosso ajudador, sustentador, o nosso refúgio seguro. 

O crente sabe que o seu lugar de descanso não é aqui. Aqui é lugar de cruz, lugar de sofrimento, de tribulação... Porém, naquele grande dia, diz a Palavra do Senhor em Apocalipse, Ele mesmo, o Senhor, enxugará de nossos olhos toda a lágrima; e aqueles fiéis que venceram por estarem ligados a Ele pelo ato da regeneração, estarão com Ele para sempre. E este deve ser nosso consolo: a esperança da glória

Acho lindo o hino "Meu barquinho" e gostaria que você meditasse nele. Não temas, o Senhor está contigo! Ele está no teu barquinho! O nosso porto está próximo, confia mais! 

E logo abaixo da letra do hino, há diversos trechos bíblicos onde o Senhor nos diz: Não temas! Alimente-se de Deus e creia que Ele não te deixa só!

Meu Barquinho- Letra (Giselli Cristina)

O vento balançou, meu barco em alto mar
O medo me cercou, e quis me afogar
Mas então eu clamei, ao filho de Davi
Ele me escutou, por isso estou aqui
O vento Ele Acalmou, O Medo Repreendeu
Quando Ele Ordenou, O Mar Obedeceu

Não temo mais o mar, pois firme está minha fé
No meu barquinho está, Jesus de Nazaré
Se o medo me cercar, ou se o vento soprar
Seu nome eu clamarei, Ele me guardará
Não temo mais o mar, pois firme está minha fé
No meu barquinho está, Jesus de Nazaré
Se o medo me cercar, ou se o vento soprar
Seu nome eu clamarei, Ele me socorrerá.


--------------------------------------------
 
"Não temas, tu verme de Jacó, povozinho de Israel; eu te ajudo, diz o Senhor, e o teu redentor é o Santo de Israel." (Isaías 41:14)


"Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça." (Isaías 41:10)

"Não temas diante deles; porque estou contigo para te livrar, diz o Senhor." (Jeremias 1:8)

"Não temas, pois, porque estou contigo; trarei a tua descendência desde o oriente, e te ajuntarei desde o ocidente." (Isaías 43:5)

"E disse: Eu sou Deus, o Deus de teu pai; não temas descer ao Egito, porque eu te farei ali uma grande nação." (Gênesis 46:3)

"Depois destas coisas veio a palavra do SENHOR a Abrão em visão, dizendo: Não temas, Abrão, eu sou o teu escudo, o teu grandíssimo galardão." (Gênesis 15:1)

"E o Senhor disse a Josué: Não os temas, porque os tenho dado na tua mão; nenhum deles te poderá resistir." (Josué 10:8)

"E eu, quando o vi, caí a seus pés como morto; e ele pôs sobre mim a sua destra, dizendo-me: Não temas; Eu sou o primeiro e o último;" (Apocalipse 1:17)

"Agora, pois, minha filha, não temas; tudo quanto disseste te farei, pois toda a cidade do meu povo sabe que és mulher virtuosa." (Rute 3:11)

"E disse o Senhor em visão a Paulo: Não temas, mas fala, e não te cales;" (Atos 18:9)

"E apareceu-lhe o Senhor naquela mesma noite, e disse: Eu sou o Deus de Abraão teu pai; não temas, porque eu sou contigo, e abençoar-te-ei, e multiplicarei a tua descendência por amor de Abraão meu servo." (Gênesis 26:24)

"Mas agora, assim diz o SENHOR que te criou, ó Jacó, e que te formou, ó Israel: Não temas, porque eu te remi; chamei-te pelo teu nome, tu és meu." (Isaías 43:1)

"Não temas, ó filha de Sião; eis que o teu Rei vem assentado sobre o filho de uma jumenta." (João 12:15)

"E Jesus, tendo ouvido estas palavras, disse ao principal da sinagoga: Não temas, crê somente." (Marcos 5:36)

"Não temas, quando alguém se enriquece, quando a glória da sua casa se engrandece." (Salmos 49:16)

"Disse-lhe, então, o anjo: Maria, não temas, porque achaste graça diante de Deus." (Lucas 1:30)

"Jesus, porém, ouvindo-o, respondeu-lhe, dizendo: Não temas; crê somente, e será salva." (Lucas 8:50)

 "Naquele dia se dirá a Jerusalém: Não temas, ó Sião, não se enfraqueçam as tuas mãos." (Sofonias 3:16)

"Tu, pois, cinge os teus lombos, e levanta-te, e dize-lhes tudo quanto eu te mandar; não te espantes diante deles, para que eu não te envergonhe diante deles." (Jeremias 1:17)

"Então disse o SENHOR a Josué: Não temas, e não te espantes; toma contigo toda a gente de guerra, e levanta-te, sobe a Ai; olha que te tenho dado na tua mão o rei de Ai e o seu povo, e a sua cidade, e a sua terra." (Josué 8:1)

"Tu te aproximaste no dia em que te invoquei; disseste: Não temas." (Lamentações 3:57)

"Não temas, ó terra: regozija-te e alegra-te, porque o Senhor fez grandes coisas." (Joel 2:21)

"E tu, ó filho do homem, não os temas, nem temas as suas palavras; ainda que estejam contigo sarças e espinhos, e tu habites entre escorpiões, não temas as suas palavras, nem te assustes com os seus semblantes, porque são casa rebelde." (Ezequiel 2:6)

"Então me disse: Não temas, Daniel, porque desde o primeiro dia em que aplicaste o teu coração a compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, são ouvidas as tuas palavras; e eu vim por causa das tuas palavras." (Daniel 10:12)

"Mas não temas tu, servo meu, Jacó, nem te espantes, ó Israel; porque eis que te livrarei mesmo de longe, como também a tua descendência da terra do seu cativeiro; e Jacó voltará, e descansará, e sossegará, e não haverá quem o atemorize." (Jeremias 46:27)

"Dizendo: Paulo, não temas; importa que sejas apresentado a César, e eis que Deus te deu todos quantos navegam contigo." (Atos 27:24)

"E aconteceu que, tendo ela trabalho em seu parto, lhe disse a parteira: Não temas, porque também este filho terás." (Gênesis 35:17)

"Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o Senhor teu Deus é contigo, por onde quer que andares." (Josué 1:9)

"E disse o Senhor a Moisés: Não o temas, porque eu o tenho dado na tua mão, a ele, e a todo o seu povo, e a sua terra, e far-lhe-ás como fizeste a Siom, rei dos amorreus, que habitava em Hesbom." (Números 21:34)

"Nada temas das coisas que hás de padecer. Eis que o diabo lançará alguns de vós na prisão, para que sejais tentados; e tereis uma tribulação de dez dias. Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida."
(Apocalipse 2:10)

"Não temas o pavor repentino, nem a investida dos perversos quando vier." (Provérbios 3:25)

"E disse o Senhor a Josué: Não temas diante deles; porque amanhã, a esta mesma hora, eu os darei todos feridos diante dos filhos de Israel; os seus cavalos jarretarás, e os seus carros queimarás a fogo." (Josué 11:6)

"E ele disse: Não temas; porque mais são os que estão conosco do que os que estão com eles." (2 Reis 6:16)

"E, de igual modo, também de Tiago e João, filhos de Zebedeu, que eram companheiros de Simão. E disse Jesus a Simão: Não temas; de agora em diante serás pescador de homens." (Lucas 5:10)

"O Senhor, pois, é aquele que vai adiante de ti; ele será contigo, não te deixará, nem te desamparará; não temas, nem te espantes." (Deuteronômio 31:8)

"Assim diz o Senhor que te criou e te formou desde o ventre, e que te ajudará: Não temas, ó Jacó, servo meu, e tu, Jesurum, a quem escolhi." (Isaías 44:2)

"Não temas, porque não serás envergonhada; e não te envergonhes, porque não serás humilhada; antes te esquecerás da vergonha da tua mocidade, e não te lembrarás mais do opróbrio da tua viuvez." (Isaías 54:4)

"Não temas, pois, tu, ó meu servo Jacó, diz o Senhor, nem te espantes, ó Israel; porque eis que te livrarei de terras de longe, e à tua descendência da terra do seu cativeiro; e Jacó voltará, e descansará, e ficará em sossego, e não haverá quem o atemorize." (Jeremias 30:10)

"Tu não temas, servo meu, Jacó, diz o Senhor, porque estou contigo; porque porei termo a todas as nações entre as quais te lancei; mas a ti não darei fim, mas castigar-te-ei com justiça, e não te darei de todo por inocente." (Jeremias 46:28)

"Eis aqui o Senhor teu Deus tem posto esta terra diante de ti; sobe, toma posse dela, como te falou o Senhor Deus de teus pais; não temas, e não te assustes." (Deuteronômio 1:21)

"Mas o anjo lhe disse: Zacarias, não temas, porque a tua oração foi ouvida, e Isabel, tua mulher, dará à luz um filho, e lhe porás o nome de João." (Lucas 1:13)

"Fiz como diamante a tua fronte, mais forte do que a pederneira; não os temas, pois, nem te assombres com os seus rostos, porque são casa rebelde." (Ezequiel 3:9)
 

"Eu, eu sou aquele que vos consola; quem, pois, és tu para que temas o homem que é mortal, ou o filho do homem, que se tornará em erva?" (Isaías 51:12)