sábado, 24 de dezembro de 2011

Jesus- para muitos apenas o "Pobrezinho que nasceu em Belém"...



Em primeiro lugar, gostaria que você lesse o que diz o Augustus Nicodemos em seu Blog:







Saiu uma pesquisa no site da revista Forbes
que mostra que Jesus Cristo está em quinto lugar no ranking dos nomes
mais admirados pelos brasileiros. Na frente de Jesus estão Angelina
Jolie, Lula, Silvio Santos e Bill Gates.

Acho que a pesquisa simplesmente revela o que já sabíamos. Ela mostra
que apesar da grande maioria dos brasileiros declararem que acreditam
em Deus, poucos realmente têm a fé correta. Mais de 90% dos brasileiros
têm fé, mas em que e em quem? Somente a fé em Jesus Cristo como Senhor e
Salvador único pode realmente salvar. A pesquisa mostra um quadro mais
realista da situação religiosa brasileira do que as pesquisas que
indicam um grande número de pessoas que acreditam em Deus.

Acho também que a pesquisa
mostra que grande parte dos que se declaram católicos ou evangélicos não
freqüentam as igrejas ou não praticam sua religião. É preciso apenas
esclarecer que a proporção de desigrejados e não praticantes é
provavelmente muito maior entre os católicos do que entre os
evangélicos. Apesar de menor do que se pensa, todavia há crescimento
sensível no Brasil dos que professam fé verdadeira na pessoa de Jesus
Cristo, conforme o encontramos nas Escrituras.


Outro dado interessante da pesquisa é que a maioria das pessoas
entrevistadas dizem não acreditar que alguém precisa ser rico para ser
feliz. Todavia, as pessoas que elas mais admiram, de acordo com a lista,
são pessoas ricas ou milionárias, além de bem sucedidas.

Augustus Nicodemus em seu Blog 

O que tenho a acrescentar sobre o assunto com respeito ao fato de as pessoas pensarem em JESUS em quinto lugar, segundo essa pesquisa:

Muitos, nesta época de final de ano, estão tão ocupados com seus perus, com seus banquetes, em renovar a mobília da casa para o "Natal", que mal têm tempo para pensar no próximo verdadeiramente, o que deveria ser feito todos os dias, assim como o pensar em Jesus. João, o Apóstolo do Amor, como é chamado, diz: "Se você não ama o seu irmão, a quem vê, como pode amar a Deus , a quem não vê?" (I Jo 4.20) Pensar ou lembrar de Jesus, então, para muitos, é algo muito vago, que ocorre apenas em datas marcadas, como as demais Datas Comemorativas adotadas pelo País. Elas não têm tempo para pensar em Jesus, para lembrar dEle; pois, afinal de contas, ele não está no Rol dos famosos mais ricos e destacados nos diversos âmbitos desta sociedade materialista e ambiciosa. 

Lembrar de Jesus é algo que deveria estar enraizado, pelo menos no coração daqueles que se denominam "cristãos"sempre, e de forma genuína. Mas, infelizmente, até muitos dos que se autodenominam cristãos têm vivido de forma como se Ele não existisse em primeiro plano em suas vidas. 
As datas comemorativas no secularismo vão e vêm, e para alguns esta é a data de "lembrar-se de Jesus, o pobrezinho que nasceu em Belém...", e nada mais. Porém, O verdadeiro Cristo está bem longe de muitos corações, embora próximo em seus lábios. O meu Senhor Jesus Cristo não é meramente um menininho pobrezinho que nasceu em Belém, mas é O Rei dos Reis, Senhor dos Senhores, a quem O Pai deu Um Nome que está acima de todo Nome, para que ao Nome de JESUS se cobre todo o joelho, e toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai! 

As pessoas ainda não perceberam o X da questão; Jesus nasceu pobrezinho em Belém, justamente para confundir aqueles que se acham alguma coisa neste mundo, ou que pensam que para ser  importante de verdade tem que ter dinheiro, poder, influência, "Q.I. - que indica", etc., implantar um reino não humano, cheio de pompas, destaque, ovações, mas para implantar o Seu Reino no coração do homem, um reino eterno, acima de todos os reinos, principados e potestades deste mundo passageiro.
Aquele menino pobrezinho que nasceu em Belém, não pede que venhamos nos compadecer dEle, mas nós, sim, devemos clamar para que Ele tenha misericórdia de nós e venha morar em nossos corações para sempre.

Como alguém já disse, se visitarmos o túmulo de cada homem que se destacou neste mundo por ser um bom político, por ter fama, poder e riquezas, leremos em sua lápide: "Aqui jazem os restos mortais de ".........." (Ex.: Maomé, Tancredo Neves, Fred Mercury, Elvis Presley, etc.) porém, quando visitamos o local onde Jesus foi sepultado, veremos que ali está escrito: "Ele não está mais aqui, pois ressuscitou." Aleluia! Aleluia! O meu Jesus ressuscitou! E por isso pode hoje ouvir o nosso clamor por misericórdia! E por isso aguardamos ansiosamente a sua Volta! Ele mesmo falou a Tomé: "Tomé, porque me viste creste. Bem-aventurados são aqueles que não viram e creram." (Jo 20.29). 
O imporatante na verdade é que, independente de crermos ou não, de lembrar-nos dEle ou não, o fato é que Ele vive e reina eternamente, Ele não precisa do reconhecimento humano para existir ou para ter valor, Ele É suficiente em Si mesmo. Ele se revelou ao homem caído por pura Graça e misericórdia, Ele quis manifestar a sua glória. Nós é que precisamos dEle! Pensemos nesta verdade!

Um comentário:

Alex Salustino disse...

Glória a Deus irmã Ana. Boa postagem. Cristo não precisa de miudezas, Ele é o Senhor, o Rei eternamente! Aleluia! A paz do Senhor e um abraço!