segunda-feira, 7 de março de 2011

Ambição e cobiça: A medida do ter nunca enche.

Por que o ser humano é tão insaciável em todos os seus desejos? Por que estamos sempre insatisfeitos com o que temos e com quem somos?

Textos: "Todo trabalho do homem é para a sua boca; e, contudo, nunca se satisfaz o seu apetite." (Eclesiastes 6.7)





"Quem amar o dinheiro jamais dele se fartará; e quem amar a abundância nunca se fartará da renda; também isto é vaidade." (Eclesiastes 5:10)
 

"Porque nada temos trazido para o mundo, nem coisa alguma podemos levar dele. Tendo sustento e com que nos vestir estejamos contentes. Ora, os que querem ficar ricos caem em tentação, e cilada, e em muitas concupiscências insensatas e perniciosas, as quais afogam os homens na ruína e perdição. Porque o amor ao dinheiro é a raíz de todos os males; e alguns, nessa cobiça, se desviaram da fé e a si mesmos se atormentaram com muitas dores." (I Tm 6.7-10)

Outros textos relacionados: Ec 3.12-13; Ec 5. 8-20; Pv 30. 8-9;Pv.30.15.

É incrível como o ser humano é insatisfeito consigo mesmo. Vamos até um salão e lá, o que vemos? De um lado está uma mulher cacheando seus cabelos lisos, do outro está outra alisando o seu cabelo crespo. Há pessoas que são de estatura menor e querem ser altas, e há altas que desejariam ser "baixinhas", e assim vai. Não estou falando que as pessoas não devam cuidar da sua beleza, da sua higiene, etc. mas estou falando que todos os extremos nesse sentido são perigosos; pois há pessoas que dão tudo para mudar totalmente a sua verdadeira aparência, outras, para satisfazer um padrão de beleza ditado pela mídia, adquirem anorexia e até morrem por inanição ou em mesas de cirurgia plática em nome da "busca da satisfação consigo mesmas".

E quanto ao que possuímos ou desejamos possuir, será que é diferente?

O assunto em questão abrange todas as áreas da nossa vida. Quer percebamos quer não, muitas vezes o que tem regido as nossas atitudes é o desejo insano de agradar aos outros; de parecermos com eles, de termos algo em comum com eles, com a finalidade de sermos aceitos no meio deles. Isso tudo é uma grande ilusão.
Vivemos numa época em que o mundo gira em torno do materialismo; onde as pessoas "valem" pelo que têm. Onde, no popular "quem é pobre não tem valor algum". Esta é a ditadura atual.
Este pensamento tem encontrado guarida no coração de muitas pessoas e, infelizmente, até no coração de alguns líderes cristãos, os quais deixaram de pregar o Evangelho verdadeiro de Cristo para pregar prosperidade; exatamente aquilo que agrada os ouvidos do homem pós-moderno, exatamente o "negócio da hora". Líderes com pensamento antropocêntrico quando pregam geram cristãos também antropocêntricos; pois dão destaque àqueles que ofertam mais, que dizimam mais cuja medida do ter nunca enche, onde Deus passa a ser colocado no canto da parede para satisfazer-lhes a sua ganância e ambição terrenas. Deus nos livre desse tipo de pregador!

A Palavra do Senhor nos alerta acerca da ganância. O Apóstolo Paulo fala que se tivermos o que comer e com que nos vestir, devemos estar satisfeitos e contentes. Mas na realidade será que fazemos assim?
O que vemos são pessoas que, por causa desta insatisfação crônica, passam a agir, não mais guiados pela razão, mas pela ambição e pela ganância. Não são guiadas pelo temor ao único Deus Vivo e Santo, mas pelas suas próprias paixões terrenas.
Por que será que a criminalidade tem aumentado tanto? Por que é que o tráfico de drogas tem se tornado a profissão sonhada pelos meninos das favelas? É exatamente porque eles estão contaminados por esta mesma mentalidade de que precisam "TER" para serem alguém, e o "alguém" que eles vêem “se dar bem” de maneira fácil, se vestindo com roupas de marca, rodeado de mulheres, interesseiras em sua maioria, é o chefe do tráfico. Por isso os sonhos bons de nossas crianças para o seu futuro foram roubados, mesmo sem terem experimentado entorpecentes.
Se faz necessário o resgate dos valores corretos nas mentes destas crianças, do contrário, o que será do futuro delas? Precisam saber que o valor do homem está em seu caráter e NÃO naquilo que ele possui não importando os meios pelos quais os adquiriu. 

"A corrupção permeia todos os âmbitos da nossa sociedade, e isto é fruto desta mentalidade doentia."

Como dizem os outros textos que deixei acima para serem lidos, é uma bênção para o homem ter uma ambição sadia, procurar sua melhora e de sua família de forma honesta, gozar do fruto do trabalho das suas mãos, isso é um dom de Deus; porém quando esta busca não está mais centrada no atendimento às suas necessidades primordiais e passa a ter um fundo de ambição doentia e de ganância, tudo começará a trazer-lhe más consequências. Pois jamais estará satisfeito. E o pior é que esta motivação o fará trilhar caminhos muitas vezes catastróficos, como por exemplo, o do estresse e estafa física por excesso de trabalho, ou, na pior das hipóteses, o caminho da desonestidade e da criminalidade, tudo isso para saciar o seu desejo que jamais estará completo.
Infelizmente há pessoas que por causa desta ambição exagerada têm deixado de viver, de ser feliz, pensando erroneamente que a sua felicidade está em possuir carro, casas, muito dinheiro, elas têm adiado a chegada daquele filho, que o cônjuge tanto sonha em ter em seus braços, têm adiado aqueles momentos prazerosos de lazer com a sua família, enfim, o tempo vai passando, a vida vai passando, e ao final de tudo, olharão para trás e verão que perderam o melhor dela; pois a sua ambição insana lhes roubou tudo.

Sejamos equilibrados, reorganizemos a nossa escala de valores, e a lista daqueles sonhos que realmente vale a pena correr atrás deles, sem sacrificarmos a nossa verdadeira vida.

Estejamos contentes com o necessário. Busquemos em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça (vivendo de forma justa e honesta e seguindo os preceitos divinos para o nosso viver) e as demais coisas nos serão acrescentadas. Deus sabe exatamente do que necessitamos. O que você acha de apresentar diante dele as suas petições pedindo que Ele cumpra apenas aquilo que Ele realmente considera importante para a sua felicidade e para a glória Dele? Esta seria a atitude mais sábia para tomarmos. Pense nisso!

Nenhum comentário: