segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Filmes pornô-cristão e Sites onde pecados sexuais são confessados... Onde é que vamos parar?

Diversos sites publicaram a notícia de que existe um Grupo que afirma estar pagando o preço para livrar as pessoas da pornografia, só que este Grupo tem o intuito de utilizar a própria pornografia como meio de "educação aos cristãos acerca do sexo" produzindo filmes pornô cristão, ao que chamam de "meios criativos" e "não condenatórios", com o argumento de que falta nas igrejas uma educação sexual adequada quanto ao sexo praticado fora do casamento e demais tipos de pecados de ordem sexual.

Leia na íntegra em outro site:

Pornografia Gospel- Você pensa que já viu de tudo?


Meu comentário:

Posso até ser considerada "quadrada" ao expor aqui o que penso, mas falo com convicção, pois sei que Deus não se agrada de tais artifícios. Entendo que todo aquele que nasce de novo em Cristo e lê a Bíblia, e é discipulado e doutrinado constantemente na sua igreja ou congregação, e frequenta principalmente cultos de doutrina e a Escola Bíblica Dominical, sabe que "adultério", "masturbação", "ficar", participar de "swing", sexo antes do casamento, etc. é pecado e desagrada a Deus. A questão é que as pessoas têm desprezado o poder da Palavra de Deus, que é a água que purifica o nosso coração e nos faz prencher os nossos pensamentos com aquilo que agrada a Deus. Muitos têm deixado de ler a Bíblia como leitores praticantes, como Deus nos ensina por intermédio de Tiago (Tiago 1.22-24), passando a buscar refúgio em pessoas e em sites desse tipo. Não lêem a Bíblia, não meditam nela de dia e de noite, e, consequentemente não oram sem cessar como Jesus ensinou, não oram, não vigiam, antes, dão brecha ao inimigo para que cirande nas suas vidas. O Senhor nos salva, isto é um ato; porém, a santificação é um processo no qual podemos contar com a ação do Espírito Santo, o qual nos guia, nos ensina, nos alerta, arde em ciúmes dentro de nós, para que não demos a outrem a glória que pertence a Deus, para que não ocupemos as nossas mentes com lixo pornográfico, para que não utilizemos os membros do nosso corpo de forma desonrosa diante de Deus, enfim, para que resistamos às tentações e provações. E Nele podemos estar certos de que não seremos jamais tentados além do que possamos suportar, pois o Senhor nos envia o escape, o Senhor nos socorre no momento crucial da tentação, quandfo pensamos que não vamos suportar, Ele é quem nos guia e nos ajuda. Todo o crente deve tornar esta verdade bíblica uma prática nas suas vidas, e assim poderão vencer a toda pornografia.
Se eu, por exemplo, sei que algo está prestes a me derrotar, devo fugir correndo! Lembremo-nos de José na casa de Potifar, a esposa daquele homem tentou a José para se deitar com ele. José poderia ter-se valido da sua posição naquela casa e ter feito o que o seu corpo pedia, ou vocês pensam que foi fácil para aquele jovem escapar daquela situação? Claro que não foi! Ele era jovem, os hormônios à flor da pele; aquele era o ponto fraco de José naquele momento; e foi justamente o ponto em que ele foi tentado. Ele poderia muito bem ter consumado o ato e depois argumentado que aquela tentação foi irresistível, que seus hormônios estavam a mil, que o cair é do homem, ou quaisquer outras desculpas, mas preferiu o temor do Senhor que havia em seu coração. Ele sabia que ficando, não resistiria, por isso fugiu o mais depressa, para mais longe quanto fosse possível, o que lhe importava naquele momento era que não caísse em tentação, que não cedesse.

E ainda hoje, em pleno século XXI, continua valendo a mesma regra: "Resisti firmes ao Diabo e ele fugirá de vós!" (Tiago 4.7b). Se cada um de nós nos comportarmos como José, poderemos vencer também, e não importa o tipo de pecado, Deus é o mesmo para nos ajudar em cada situação. Deus não é poderoso em algumas áreas, ou pode curar apenas algumas doenças, ou pode perdoar apenas alguns tipos de pecado. Não! Ele é Todo-Poderoso! Você sabe o que significa ser Todo- Poderoso? Não há NADA impossível para Ele, tudo e todas as coisas se submetem a Ele. Se compreendermos esta verdade, com certeza voltaremos àquela prática gratuita e infalível ensinada pelo Senhor Jesus: "Entra em teu quarto, e ora, e Deus que ouve a tua oração em secreto te recompensará." (Mt 6.6). Nada melhor que chorar nossas fraquezas nos pés do nosso Pai celestial! Ele nos ouve, e nos socorre. Sim! Ele nos assegura que ao coração quebrantado e contrito não desprezará! Podemos contar com Ele!
Não considero necessário a produção de filme pornô para cristãos com o intuito de educá-los sexualmente, pois a própria Bíblia se presta a este trabalho, basta lermos com afinco e esmero, como já falei. Será que para entender o que Deus quer que façamos na nossa cama precisaremos assistir outros fazendo? O que é que estão querendo com isso? As novidades gospel estão cada vez mais assustadoras, o liberalismo, a permissividade, as excessões, as distorções feitas em trechos da Bíblia em função do bel-prazer do homem. O Evangelho cada vez mais sendo visto como uma mera demagogia, como algo desprezível e repugnante é resultado disso que estão fazendo certos líderes evangélicos que existem por aí. Devemos voltar ao início de tudo, como diz o hino. Confiar em Deus acima de qualquer pessoa, buscar nele o socorro, por meio da sua Palavra e por meio da Oração.
Não gosto da ideia de que assuntos tão íntimos do ser humano, especialmente do povo cristão seja tratado em filmes. Há um texto em Provérbios de Salomão, o qual adverte quanto ao adultério que diz: "Bebe a água da tua própria cisterna e das correntes do teu poço. Por acaso derramar-se- iam por fora as águas das tuas fontes, e pelas praças, os ribeiros de águas? Sejam para ti somente e não para os estranhos contigo. Seja bendito o teu manancial, e alegra-te com a mulher da tua mocidade, corça de amores e gazela graciosa. Saciem-te os seus seios em todo o tempo; e embriaga-te sempre com as suas carícias. Por que, filho meu, andarias cego pela estranha e abraçarias o peito de outra? Porque os caminhos do homem estão perante os olhos do Senhor, e ele considera todas os seus caminhos. Quanto ao perverso, as suas iniquidades o prenderão, e com as cordasdo seu pecado será detido. Ele morrerá pela falta de disciplina, e pela sua muita loucura, perdido, cambaleia."(Provérbios 5.15-23). Além de exortar acerca do adultério, e acerca de que o sexo só deve ser praticado dentro de um casamento entre um homem e uma mulher, esta passagem bíblica também afirma implicitamente que a vida de um casal é algo sublime e particular, que o sexo não foi criado por Deus para ser publicado, explícito, mas para ser vivido unicamente casal. E obviamente não é correto que se criem histórias onde cristãos praticam sexo. É uma afronta aos valores cristãos, aos princípios bíblicos.

Esse método que este grupo está querendo utilizar parece até aquela velha estória de tentar fazer alguém deixar de fumar maconha, dando pra ele um cigarro comum quando ele tiver ansiedade pela droga, ou substituir o vício do álcool pelo do café, , etc. Deixar de ver filme pornô "do mundo" para ver filme pornô "cristão"...??? Também não se expurga o pecado dessa forma, publicando-o em um site; a solução para o pecado do homem é somente uma: o Sangue de Jesus! Li um dos comentários em um destes sites, que dizia: "Não consigo me libertar, mesmo sendo evangélico continuo praticando "tal pecado", apesar de ser evangélico não me considero livre, como pode Deus não ter me libertado de tais pensamentos e ações?" Outro dizia: "[...] O pior é que sou filho de Pastor! [...]". Que vergonha para o Evangelho! As pessoas deixam agora de confessar seus pecados ao Senhor para publicá-los na internet. E outros, movidos por estes problemas, querem agora publicar filmes com o sexo explícito entre cristãos, onde está o temor destas pessoas que se dizem cristãs?

Creio que estas pessoas que confessaram seus pecados sexuais nestes sites precisam entender que não é um Pastor e não é um site ou um filme pornô cristão que irá libertá-los destas práticas e desses desejos pecaminosos crônicos, mas somente o Evangelho da CRUZ. Jesus disse que "Se pois o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres." (Jo 8.32). Deus não é o culpado dos nossos pecados . Se nós, mesmo fazendo parte de uma igreja permenecemos com pensamentos impuros, é porque o nosso coração está contaminado pelo pecado desde a queda do homem no Jardim do Édem, o pecado está impregnado em nossa natureza, não há como nos livrarmos totalmente do assédio do pecado enquanto estivermos nessa carne, porém, podemos resitir e rejeitar, negar ao nosso corpo a consumação do seu desejo pecaminoso, podemos expulsar da nossa mente os pensamentos podres, que não convém a santos. É certo que um sonho não poderemos impedir, mas podemos evitar lembrar dele durante o dia, e podemos também evitar ver ou assistir a conteúdos impuros, que se armazenarão no nosso subconsciente, os quais poderão vir à tona nos nossos sonhos.
Aquele que conhece a Deus deve viver vigilante quanto à higiene mental, pois a mente do homem, é a área mais atacada pelo inimigo, pois ele bem sabe tirar proveito das tendências presentes na natureza caída do homem.
Estejamos atentos a estes métodos moderninhos de tratar o pecado! E outra coisa: Quando você publica o seu pecado num site da internet saiba: Você está exaltando o diabo, pois estas confissões são os seus troféus enquanto ainda lhe é permitido agir no mundo. Confesse a Deus, ore e resista ao diabo, e ele fugirá de você!

4 comentários:

Malukin disse...

É incrível a imaginação do ser humano, o que realmente querem tentar esconder? porque usar a imgem da religião desta forma? primeiro veio a musica gospel, até ai tudo bem, nunca ouvi em ritmo correto para adoração, mas em consequência aparece o tal 'white metal' copiando fielmente a música secular(o que para mim pode ser um indício de estar em cima do muro) e agora isto. Mesmo não sendo religioso fico indgnado com estas coisas, casamentos gays, o uso de adereços estilo heavy metal dentro da igreja, barzinhos gospel e outros, curto sim o rock, mas em hipótese alguma eu tentaria 'ferir' a imagem da religião, como eu disse não sou religioso, mas aprendi a respeitar a tudo e a todos, cada um pode sim ter sua opção de vida, mas jamais deveria infectar os outros com suas idéias, criando um ambiente controverso. Parece caretice, mas penso que se é pra ser religioso que seja de verdade, sem se render ao modernismo, se quer ser livre, ao menos respeite. Sem esta de fnfectar os que realmente seguem estão em adoração.

Hanna Pereira disse...

Vcs sabem me responder se isso saiu do papel... realmente espero que não!!

Amigo Malukin...concordo plenamente com vc... ou segue ou outro. Muitas igrejas parecem ficar em cima do muro mesmo. Enfim, gostaria saber...

Fiquem na Paz!!

Anônimo disse...

A fé do ser humano é mensurada pela sua capacidade de optar pelo "bem" ou pelo "mal" seguindo sua convicção, contudo, nos esquecemos que o verdadeiro templo de DEUS está em nossos corações e que, à medida em que nossa consciencia não nos "acusa" seguimos praticando toda sorte de maldades e violências. Inumeros são os credos e, cada um, à sua maneira busca arrebanhar o maior numero de seguidores, utilizando-se da sua boa-fé, do seu desespero, sugerindo-lhe "condições" e "doações" que poderão lhes abrir os caminhos do céu. A caridade é a única forma de alcançar as benções de DEUS, qualquer outra, sem amor verdadeiro e fraternal, nos iguala a todos.

Ana Chagas disse...

Anônimo, você que postou esta opinião acerca de consciência e livre arbítrio do homem para escolher entre o bem e o mal, deve refletir acerca da verdade bíblica. Há muita coisa por aí afora que as pessoas denominam de "fé". Muitos dizem que aqueles que se destacam no mundo por suas obras de caridade são essencialmente pessoas que têm fé; outros por falarem muito o nome "Deus" em seu dia a dia se consideram pessoas que têm fé; outros ainda, por estarem frequentando alguma igreja em que simplesmente se acostumaram à religiosidade, se consideram pessoas que têm fé. Jesus disse que enganoso é o coração do homem, é do coração que procedem as saídas da vida, e por isso devemos guardá-lo. Mas como assim:?- Perguntamos. Simplesmente não podemos ser nossos próprios juízes, pois se nos julgarmos a nós mesmos, nossas escolhas serão sempre aquelas que nos darão prazer, embora estas firam a santidade de Deus, e as camuflemos como sendo corretas. Quando o Apóstolo Paulo ensina que se a consciência não nos acusa, quando ele falava da tolerância para com os fracos na fé, ele estava falando a crentes, não a pessoas incrédulas, pressupondo que estas tinham o Epírito Santo em suas vidas. Pois, quando temos o Espírito Santo habitando em nós verdadeiramente, ou seja, quando já somos nascidos de novo em Cristo Jesus, o Espírito Santo, que é o nosso Parácleto, nosso ajudador, nosso instrutor, Ele nos consuzirá a glorificar a Deus por meio do nosso viver, seja em palavras, pensamentos ou ações. Portanto, quem esté em Cristo, não pode usar o nome de Deus para justificar suas escolhas más, Deus só nos conduz por veredas planas, por caminhos justos, como diz no Salmo 23, jamais ele nos conduzirá a práticas que não o glorifiquem. Aqueles que tais coisas fazem, têm desprezado a Verdade de Deus e a autoridade de sua Palavra. Eu e minha igreja não temos esta prática de pregar, como você diz "condições" e "doações" para abrir os caminhos do céu", pelo contrário, somo uma igreja séria e comprometida com a Plavra de Deus única e exclusivamente. Pregamos o que todo cristão autêntico deve pegar: O Evangelho de Cristo, o qual nos mostra que o caminho para o céu não é por meio de boas obras, mas sim, pela fé gerada por Deus, pelo arrependimento e pelo conseguinte transformação de vida, transformação esta, só operada por meio da ação do Espírito Santo no ato da regeneração. O Apóstolo Paulo também nos mostra em Efésios 2.8: "Porque pela graçmediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de deus; não de obras, para que ninguém se glorie." Você fala de alvcançar as b\~ençãos de Deus por meio do amor verdadeiro e fraternal, porém, o espirita se utiliza das boas obras como meio de purificar-se, para que em sua "próxima reencarnação" seja mais feliz, não importando que para isso interrompa o processo do "seu próximo" de também se livrar do carma ruim, isto não é egoísmo? Onde está, portanto o "amor ao próximo"? Existe muita coisa por aí camuflada de "amor" quando na verdade não passa de engano. Jesus disse: "Errais por não conhecer as Escrituras nem o poder de Deus!". Pense nisso!