sábado, 11 de dezembro de 2010

Desfrutando das bênçãos de Deus através da Oração

Esta Reflexão foi postada por mim no Blog das Senhoras Auxiliadoras da 1ª Igreja Evangélica Congregacional de João Pessoa-PB, e senti o desejo de compartilhá-lo aqui no Conectado na Bíblia também. Creio que Deus deseja falar ao teu coração neste momento através desta mensagem:

"A igreja de Cristo caminha nos joelhos das mulheres."
(mas, na verdade, a Oração é dever e necessidade de todo o cristão; e é disto que trata esta Reflexão).

Quando se fala em Oração nas nossas igrejas, automaticamente as pessoas associam a Oração às Auxiliadoras. Essa ideia já vem sendo cultivada desde muito tempo atrás. Olhando minhas papeladas, encontrei esta ilustração acima, e fiquei pensando a respeito da frase nela contida. Sabemos que a Oração é uma ordenança geral de Deus para todos os cristãos, sejam eles homens ou mulheres. A questão é que, quase sempre, são as mulheres que mais se dedicam a ela. Não somente porque a maioria delas não trabalha fora, mas porque realmente compreendem o valor da oração na vida da Igreja. Sabem que a oração deve sempre preceder antes de cada passo, de cada decisão a ser tomada e por isso tornam-se mulheres intercessoras.

É preciso que cada crente constate, a partir da sua própria experiência com Deus que é através da oração que adoramos a Deus pelo que Ele é; que é através dela que deixamos o nosso fardo aos Seus pés; que é através dela que a nossa comunhão com ELE cresce dia após dia e ainda, que é através dela que nos quebrantamos ao trabalhar de Deus no nosso caráter, aplicando à nossa vida prática seus preceitos, os quais conhecemos através da Sua palavra. Não esperemos que apenas os outros façam aquilo que Deus nos entregou. Orar não é ministério. Orar é parte integral da vida do crente, e quando não oramos, estamos vivendo o Evangelho de forma equivocada.

Se oramos muito, recebemos muito da parte de Deus, digo isto no sentido total da palavra (em Comunhão; em aumento do apetite pela leitura da Bíblia; em resposta- seja ela SIM, NÃO ou ESPERE); se oramos pouco, pouco desfrutaremos das bênçãos decorrentes de uma vida de oração. Se não oramos, com certeza vamos estar fora do círculo de amigos íntimos de Deus; pois essa intimidade se dá através de uma vida de Oração (Eu falando com Deus) e de Leitura da Sua Palavra (Deus falando comigo). Estes dois hábitos devem, imprescindivelmente, fazer parte da nossa vida de maneira associada, nunca separadamente. Pois, do contrário, nos tornaremos cheios de conhecimento, porém sem um elemento importantíssimo para a testificação da nossa fé e testemunho, que se chama UNÇÃO DE DEUS.
Para sermos cheios da Unção precisamos da Oração, para sermos cheios do Conhecimento de Deus precisamos ler a sua Palavra. Como eu posso dizer que sou amigo íntimo de alguém, se não converso com ele vou à casa dele ( só de vez em quando), entro, e somente naqueles poucos momentos leio e escuto sacerca dele. Se falo com ele, mas somente aquilo que julgo ser extremamente necessário e pronto., mas depois que saio da sua casa, passo dias sem entrar em contato, etc. Não há condições de um relacionamento se aprofundar desta maneira, pode durar, mas nunca deixará de ser um relacionamento superficial. Deus quer ser o nosso amigo íntimo, mas nós, muitas vezes temos preferido ser "seus conhecidos"- como chamamos alguém com quem não mantemos laços mais profundos de amizade. Devemos entrar nas águas de Deus como Ezequiel na torrente das águas purificadoras: Primeiro as águas davam nos artelhos, mas ele continuou avançando, e as águas deram nos joelhos, e depois nos ombros e por fim, ele mergulhou tão profundo era aquele ribeiro (Ez 47.1-10) Assim também deve ser a nossa busca pela presença de Deus, contínua e crescente.

Deus nos confia a tarefa de sermos Intercessores- de orarmos e chorarmos por nossos irmãos, quando diz em sua Palavra através dos seus Servos inspirados: "Levai as cargas uns dos outros"; "Alegrai-vos com os que se alegram" (Ações de Graças); "Chorai com os que choram" (Intercessão);"Está entre vós alguém enfermo? chamem os presbíteros e lhe imponham as mãos e orem"; ou ainda: "Muito pode em seus efeitos a Oração de um justo" (Se você é um justo e ora a Deus com fé, segundo a vontade Dele; com certeza a resposta virá. Não porque o poder esteja em nós- os seus justos (pecadores justificados) que oraram, mas porque ELE tem prazer em estabelecer o seu propósito respondendo àquilo que lhe pedimos em oração.
Perseverar na Oração é uma terefa árdua, não é fácil. Mil adversidades surgem tentando tirar-nos do propósito de Deus. Mas não sejamos como os discípulos que em determinado momento, foram repreendidos por Jesus porque não vigiaram enquanto ele se retirou para orar à parte. Estejamos atentos em oração, vigilância e leitura da Bíblia.
Como é confortante sabermos que através das nossas orações Deus tem derramado bênçãos sobre nossas vidas e sobre a vida dos nossos irmãos; saber que Ele se agrada que façamos parte do seu agir, e isso é para nós um grande privilégio.

Orai sem cessar!

Um comentário:

neiasoua disse...

peço oraçao oa meu companheiro que DEUS possa tirar todo o odio do seu coraçao edar a ele salvaçao e que minhas filhas volte para presença de Deus que Deus abençoa vcs e obrigado pela a interceçao laudeceia