sábado, 26 de junho de 2010

Cuidado com certas mensagens que recebe acerca de Jesus ou de outros asuntos na Internet


"JESUS não precisa de marketeiros, mas de pregadores que prezam pela pregação genuína da sua Palavra." (Ana Chagas)

RECEBI HOJE, VIA E-MAIL, A SEGUINTE MENSAGEM E NÃO PODERIA DEIXAR DE FALAR A RESPEITO. Leia até o final da postagem para entender qual é a minha colocação:


"UMA NOTÍCIA QUE ESTÁ ABALANDO O EGITO

Um muçulmano egípcio matou sua esposa porque ela estava lendo a Bíblia e então a enterrou com seu bebê nascido há poucos dias e uma filha de 8 anos de idade.
As crianças foram enterradas vivas! Ele então disse à polícia que um tio havia matado as crianças. Quinze dias mais tarde, outra pessoa da família morreu.
Quando foram enterrá-la, encontraram as duas crianças sob a areia – E VIVAS!
O país ficou em choque e o homem será executado. Perguntaram à menina de 8 anos como ela havia conseguido sobreviver por tanto tempo e ela disse: 'Um homem que usava roupas brilhantes e com feridas que sangravam em suas mãos, vinha todos os dias para nos alimentar. Ele sempre acordava minha mãe para dar de mamar à minha irmã'.
Ela foi entrevistada no Egito numa TV nacional por uma mulher jornalista que tinha o rosto coberto. Ela disse na TV pública, 'Foi Jesus quem veio cuidar de nós, porque ninguém mais faz coisas como essas!'
Os muçulmanos acreditam que Isa (Jesus) aparecerá para fazer coisas desse tipo, mas as feridas em Suas mãos dão provas de que Ele realmente foi crucificado e que Ele está vivo!
Também ficou claro que a criança não seria capaz de inventar essa história e não seria possível que essas crianças vivessem sem um milagre verdadeiro.
Os líderes muçulmanos terão muita dificuldade em lidar com essa situação e a popularidade do filme 'Paixão de Cristo' não os ajuda!
Como o Egito está bem no centro da mídia e da educação do Oriente Médio, você pode ter a certeza de que essa história vai se espalhar rapidamente.
Jesus Cristo ainda está deixando o mundo de pernas pro ar!


Por favor espalhe esta história por todos os lugares. 'O Senhor diz, 'Abençoarei a pessoa que colocar Sua confiança em mim'' (Jeremias 17).

Repasse a todos de sua lista....Para que todos saibam que ELE (Jesus) continua vivo... "
Sinceramente, Jesus não precisa desse tipo de coisa, desse tipo de "divulgação", desse tipo de "ajuda", desse tipo de "evangelismo". Fazer Cristo conhecido não é divulgar textos baseados em contos fantasiosos sobre Ele, mas única e exclusivamente pelas obras reais que Ele realizou e ainda realiza. Fazendo uma larga pesquisa a respeito deste suposto fato ocorrido no Egito, descobri que esta "notícia" não foi divulgada por jornal oficial algum, e que o mesmo tem várias características que constituem aquilo que chamamos de hoax- o boato eletrônico.
1- Não é mencionado o nome dos personagens envolvidos ( nem do homem que matou a mulher, nem do
assassino, nem das crianças
2- É incoerente
3- Não é citada a fonte, para que, pelo menos obtivesse um pouco de credibilidade
4- Também fala que os muçulmanos acreditam que Isa (Jesus) foi crucificado! A wilkipédia desmente essa
informação: segundo a enciclopédia digital, para eles, Isa (Jesus) não foi crucificado, ele subiu direto aos céus, deixando Judas para ser crucificado em seu lugar!
5- No último parágrafo, aparece aquela famosa frase das mensagens da internet, principalmente das hoaxes: Repasse[...] "PARA QUE TODOS SAIBAM QUE ELE (JESUS) ESTÁ VIVO"

É por causa desse tipo de divulgação apelativa e, digo mais uma vez, fantasiosa; dentre outros fatores, que o Evangelho tem perdido a credibilidade diante do mundo. Se queremos que as pessoas creiam que Jesus está vivo, levemos, portanto, o genuíno Evangelho, sem deturpá-lo, sem enfeitá-lo, sem exagerá-lo. Pois a palavra do Senhor diz que ELE é Todo-Poderoso, que ELE é o mesmo ontem, hoje e o será eternamente; que ELE pode fazer isto e muito mais quando ELE quer. JESUS não depende desse tipo de promoção para alcançar as pessoas; mas o seu Espírito Santo agirá nos corações delas, ao ouvirem a pura e verdadeira Mensagem da cruz. ELE nos mandou pregar o SEU Evangelho, e não "dar um jeitinho" para que alguém encarecidamente aceitasse crer NELE. Não é assim que as coisas funcionam no Reino de Deus. Jesus não é mercadoria barata para estar sendo oferecido a partir de um marketing; mas é O SALVADOR, O FILHO DE DEUS; portanto, nós é que devemos correr para ELE enquanto o podemos achar.
Durante o processo de canonização dos Escritos bíblicos, muitos livros foram rejeitados por todos, como não inspirados e não autorizados, isto é; não havia neles autoridade alguma da parte de Deus que pudesse torná-los como regra de fé e prática para o seu povo. Estes livros estavam repletos de heresias e de narrações fantasiosas acerca de Jesus Cristo, e por isso, foram totalmente descartados. Porém, ainda hoje há pessoas que gastam o seu tempo para elaborar esse tipo de mensagem, acreditando que, supostamente estejam "ajudando a Jesus".; mas na verdade, estão atrapalhando.
Esta mensagem que recebi por E-mail, começou a ser divulgada desde o ano de 2004, e as pessoas ainda hoje estão lendo e pensando ser ela verdadeira e que realmente aconteceu; o que não confere. Há mensagens semelhantes a estas, que constituem a hoax, circulando por aí; as pessoas estão gastando seu tempo e adquirindo LEER-Lesão por esforço repetitivo (Rsrs... Para descontrair) de tanto reenviá-las a todos da sua lista de amigos virtuais.
Há algumas destas mensagens que noticiam perseguição recente a cristãos em Orissa, fato que realmente aconteceu, mas faz muito tempo e foi até noticiado em Sites de Missões, Sites cujos administradores não tem culpa alguma do fato de pessoas copiarem a notícia e divulgarem até hoje e pedirem oração por um fato ocorrido em agosto de 2008, como se tivesse acontecido "ontem à noite" e, ao receberem as mesmas, as pessoas ficam preocupadas e urgentemente pedem oração na igreja crendo que o fato é atual; os irmãos, por sua vez, também acreditam que o fato é recente e começam a orar. Sabemos que a perseguição aos cristãos é fato, há 92 Países onde ela ocorre diariamente; e é um motivo para orarmos e apresentarmos diante de Deus por nossos irmãos.
Mas o que estou sugerindo aqui, é que, ao receber esse tipo de mensagem, se possível, pesquise na internet, procure as fontes originais da "notícia", se encontrar, verifique a data, se é compatível; se não encontrar nada, desconfie, rejeite, não divulgue, não dê continuidade a este tipo de divulgação.
É bem mais seguro investirmos o nosso tempo elaborando mensagens genuinamente bíblicas, ou pesquisarmos, averiguarmos se são coerentes com o que diz a Bíblia, e só então poderemos enviá-las à vontade, sem medo da LEER, pois, se é para divulgar a Palavra genuína de Deus, vale a pena até mesmo adquirir LEER. Pois como já dizia o Apóstolo Paulo: "Porque em nada tenho a minha vida por preciosa, contanto, que cumpra com alegria a minha carreira e o Ministério que recebi do Senhor Jesus, para dar testemunho do Evangelho da Graça de Deus." (Atos 20.20)

Sabemos que as hoaxes não ocorrem apenas a partir de assuntos religiosos, mas também pessoas que usam de má fé para ludibriar pessoas emotivas e de coração solidário à dor do próximo; usam imagens de pessoas que talvez até já faleceram, contando a sua luta por causa de alguma enfermidade e/ou deficiência e pedem doações em contas que nem sequer sabemos se esta pessoa sabe do que estão ganhando às custas da sua imagem. Talvez pessoas tão carentes que nem sequer tem acesso à Internet, e que jamais foram beneficiadas com aqueles valores inocentemente depositados. Às vezes, sem perceber estamos dando continuidade a esse tipo de divulgação na Internet.

Cuidado com esse tipo de texto chamativo: "Divulguem pelo amor de Deus" ou "Ajude se você ama o próximo"

Tenha cuidado para não ser a próxima vítima de hoax!

7 comentários:

Genilda Silva disse...

Procuro nunca sair repassando "notícias" como essa.
Se é para pregar sobre Jesus, que seja conforme está na palavra, não com boatos que mais soam como
mentira e fazem com que o verdadeiro evangelho seja zombado.

Danilo Fernandes disse...

Ola gente boa de Jesus!

Graça e Paz!

Vim conhecer seu espaço digital. Bom posts! A internet é um espaço precioso onde podemos falar de Jesus e discutir diferentes pontos de vista!

Aproveitando, faço uma apresentação do meu blog:

Genizah é um blog cristão diferente. Hilário e divertido, mas que não dispensa a seriedade na defesa do Evangelho. Uma mistura bem balanceada de humor, denuncia e artigos devocionais. No Genizah, você fica sabendo da última novidade do absurdário "gospel", mas também não falta material para inspiração e ótimas mensagens dos melhores pregadores. Genizah é um blog não denominacional apologético, com um time é formado por escritores, pastores, humoristas e chargistas cristãos.

Aguardo sua visita. Vamos nos seguir!

Abraços em Cristo e Paz!

Danilo Fernandes

http://www.genizah.com.br

Ana Chagas disse...

Olá, irmão Danilo Fernandes! Graça e Paz! Quando falo que Jesus não precisa de marketeiros, digo isto, não em relação àqueles que divulgam a verdade acerca de Cristo, mas acerca daqueles que acham que para chamar a atenção das pessoas para o Evangelho necessitam criar estporias que não são verídicas. Gosto muito do seu Blog, sou tb seguidora. Estamos juntos proclamando a VERDADE da Palavra de Deus! Glórias a ELE por isso!
Um abraço, e continue no ministério que Deus te entregou!

umpchampagnat disse...

Verdadeiramente, tem muitas pessoas que não tem o que fazer, poderiam reserva seu tempo para ler a bíblia e divulgar o que Deus nos deixou, que é a sua única palavra.

Abimael do N. F. disse...

A paz do SENHOR Irmã Ana!

PARABÉNS pelo post!

Tenho profundo desgosto por esse tipo de mensagens que recebo. Nunca repasso! E procurei bastante saber se existia essa notícia em algum jornal, mas não encontrei. E olhando nesse blog, vi realmente que a notícia era falsa. Fico feliz ao encontrar pessoas que ainda têm compromisso com a verdade e com o evangelho puro de Cristo! FIk-na-Paz e continue nesse caminho da verdade sempre, ajudando-nos e abençoando-nos com a palavra! Abraços!

A home outside of the world disse...

Sim, graças a Deus por tais palavras.

Jesus não precisa de publicitários. Sua ordem foi a de ir e fazer discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Que o Espírito Santo continue o liderando na advertência aos santos que são do Pai.

Ívyla Monteiro Pereira disse...

Não duvido dessa notícia. Creio num Deus que pode fazer mais que isso! Também não duvido que o que ocorreu tenha sido abafado e até "excluído" por causa do islamismo. Concordo com você em relação a querer chamar a atenção das pessoas pro cristianismo com esse tipo de notícia, mas não duvido desse feito de Jesus.

Fiquem com Deus!