quinta-feira, 29 de abril de 2010

Reconhecendo a Identidade do Evangelho de Cristo

Romanos 1.16: "Porque não me envergonho do Evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê..."


Você é capaz de reconhecer o Verdadeiro Evangelho de Cristo? Você consegue fazer a distinção correta do que é ou do que não é o Evangelho de Cristo em meio a tantas mensagens que tem sido pregadas nos últimos tempos quando os conceitos acerca dele stão tão confusos?
Vivemos dias em que o Evangelho tem sido apresentado com muitas "caras", são identidades diversas, porém, o cristão e as demais pessoas é desafiado a reconhecer a identidade do verdadeiro Evangelho de Cristo e SEGUÍ-LO.
Existe hoje em dia um evangelho para cada gosto; um evangelho que pode ser escolhido como se escolhe uma roupa numa loja: você só leva o que lhe interesa. Existe hoje o Evangelho POP- onde famosos e mais famosos "se convertem" (Louvo a Deus pela vida de cada um daqueles nos quais realmente vimos mudanças de atitude e renúncia à fama, ao dinheiro e aos holofotes para seguir a Cristo); mas sabemos que muitos tem se convertido, ou passado a frequentar determinadas igrejas, mas continuam seguindo o mesmo curso de vida que seguiam antes, apenas com um outro nome "Gospel" porque está na moda, agora "ser crente" é chic, tá na moda. Vemos pessoas que se dizem convertidas, no entanto, continuam subindo aos palcos com roupas minúsculas e sensuais para fazer os mesmos shows que sempre fizeram, e isto é lamentável. Esta é a identidade do evangelho POP, através do qual músicas gospel caem na boca do povão e passam até mesmo a fazer parte de trilha de novela e ainda a competir por um prêmio juntamente com músicas que nada tem a ver com Deus. Há o evangelho que mostra uma cara também bastante atraente, muitos são os que o abraçam, pois oferecem o mundo todo, sucesso, prosperidade e cura e, quem não quer todas estas coisas num contexto altamente materialista, consumista e imediatista como é o que estamos vivendo? O problema é que as pessoas querem receber tudo de Deus e bem na hora que determinam, mas o que importa que busquem e abracem, infelizmente não querem, que é uma vida de renúncia do seu próprio EU, dos seus próprios desejos, dos seus próprios projetos, para viver exclusivamente para a glória de Deus, deixando a vida de prazer na prática do pecado, e passando a viver de maneira diferente, o que só é possível quando abraça o verdadeiro Evangelho. E não falo de um abraçar- aderir, passar a frequentar, passar a vestir-se igual, a falar igual aos crentes; mas falo de uma mudança radical de vida a qual só Cristo pode fazer em nós.

O Apóstolo Paulo, fora transformado por Cristo e passou a pregar o seu Evangelho aos gentios (os não-judeus, em cujo grupo também nos encaixamos eu e você, se você não é judeu, claro), e por onde passou levando o Evangelho, enfrentou muita resistência, inclusive em Roma, mas ele não se incomodou com a rejeição dos romanos em relação à sua pregação, ele não se importou de ser tido até mesmo como ridículo, mas ele afirmou na carta aos Romanos, cap. 1. 16: "Porque NÃO ME ENVERGONHO DO EVANGELHO DE CRISTO, POIS É O PODER DE DEUS PARA SALVAÇÃO DE TODO AQUELE QUE CRÊ, primeiro do judeu e também do grego."E assim como o Apóstolo Paulo não se envergonhava de pregar o verdadeiro Evangelho, eu também não me envergonho de estar defendendo aqui a pregação do genuíno Evangelho de Cristo, aquele que humilha o homem e exalta a Deus. Humilha o homem porque mostra a sua real condição de morto espiritualmente por causa do pecado, exalta a Deus porque mostra que somente através de Jesus Cristo é possível chegar-se a Ele; sob a ação do Espírito Santo compreendendo e aceitando o sacrifício de Jesus como suficiente para a sua salvação. Pregamos o Evangelho hoje e pessoas nos mostram os muitos erros existentes por aí, pessoas que tem deturpado a Palavra de Deus, que tem explorado o emocional das pessoas e o bolso das mesmas em nome de Deus. Por isso tem sido tão difícil a identificação do verdadeiro Evangelho. Pessoas tem distorcido a Mensagem da Cruz- que significa Renúncia, dor, sofrimento, humilhação; trocando-a por uma mensagem que fala de conforto, só vitória, nada de dor, nada de sofrimento, e sem necessidade de arrependimento e conversão, apenas é suficiente adesão à sua Igreja-Empresa.

Mas quais são as características que identificam o verdadeiro Evangelho de Cristo?
  1. Ele só pode ser experimentado por meio do novo nascimento- (João 3.3-5; Tito 3.5-6) Ele não é vivenciado nem experimentado por meio de um mero convívio com os crentes, mesmo que este convívio seja durante um longo período. "O fato de eu passar o ano inteiro dentro de uma garagem, não me transformará num carro."(Joyce Meyer).
  2. Ele nos traz a bênção de Deus de graça, através da Fé, sem necessidade de quaisquer artifícios- Não é um Evangelho que transfere a condição para receber bênçãos de Deus para a fé em um objeto ungido. Vemos hoje absurdos que são feitos e pregados por "evangélicos" em nome de Deus. A igreja Católica na época da inquisição fazia coisa semelhante após ter-se desviado da doutrina dos Apóstolos: vendia relíquias (ossos dos "santos" dentes dos "santos", etc.) afirmava que conseguiria tirar almas do purgatório (criado por eles para gerar a possibilidade de livrar-se dele por meio de missas pagas e da compra e venda de indulgências), etc, o que foi fortemente combatido por Martinho Lutero. Hoje está sendo enfatizado o poder de receber bênçãos por meio de um copo d'água (lembra a água benta), uma fita no pulso (lembra as lembrancinhas trazidas das romarias a determinados lugares como Juazeiro do Norte, Aparecida, São Severino dos Ramos, etc.) Água do Rio Jordão, rosa branca, rosa vermelha e rosa rosa ungidas, "pente santo do kit de beleza da rainha Ester" (este é demais) passar em caminho de sal grosso (o que também nos traz à memória práticas oriundas das religiões africanas como o candomblé, ou a macumba). Sabemos que só é necessário que tenhamos Fé (Mateus 8.5-10)Quer a Bênção de Deus sobre a sua vida? Creia, etregue-se a Ele sem reservas e obedeça-o!
  3. Ele é Cristocêntrico- Do qual Cristo é o centro, tudo aponta para ELE. Onde o SEU senhorio é plenamente reconhecido pelo homem; o qual aprende a esperar que Deus cumpra a SUA (de Deus) vontade, derramando a SUA bênção no tempo e na medida escolhida por ELE (Romanos 11.36). Temos visto e ouvido ensinamentos hoje os quais induzem as pessoas a quererem subjugar a Deus em suas orações. Ouve-se muito coisas do tipo: "Eu decreto!" "Eu determino!" ou "Eu não aceito isto!" ou ainda: "Se Deus não fizer tal coisa, eu rasgo a minha Bíblia." Estes ensinamentos distorcidos tem gerado um Evangelho Antropocêntrico, do qual o homem e seus desejos pessoais são o centro. Não podemos mudar a nossa pregação bíblica por uma pregação "pop" que agrada e atrai multidões e abarrota as igrejas, pois isso não terá sido um crescimento genuíno, mas um inchaço doentio e prejudicial. Hoje existe o Marketing no mundo dos negócios. Mas também tem sido utilizado em algumas Igrejas empresas; a técnica que estiver certo, vão aderindo, a febre do momento é a Teologia da Prosperidade, por exemplo, atrai multidões. Por isso muitos tem deixado de pregar o Evangelho que mostra a necessidade de que o homem renuncie a si mesmo e tome a sua cruz para poder ser digno de seguir a Cristo; tem deixado de pregar o Evangelho que confronta o homem com a sua vida de pecado e a forma como Deus o vê para pregar coisas que afagam os ouvidos das pessoas. Devemos buscar em primeiro lugar o reino de Deus (em nossos corações, gerando mudanças em nós) e não petições ambiciosas e egoístas. (Mateus 6.33) Assim estaremos vivenciando o Verdadeiro Evangelho de Cristo.
  4. Ele é o PODER DE DEUS- Ele revela o Poder de Deus, o único que pode causar mudanças reais na vida do homem. Não uma mudança que o homem encara como próprio mérito seu; mas a mudança a qual ele reconhece ser puramente obra do Senhor. Que sem Deus ele mesmo não poderia realizar. Não deve a sua salvação a uma placa de Igreja, nem ao nome de determinado Pastor, Bispo ou "Apóstolo"(???) Nem vê estes homens como infalíveis, nem mesmo os idolatram. Temos visto pessoas que choram e pisoteiam umas às outras, num grande desespero para tocar em determinados homens que tem pregado este tipo de Evangelho do qual já falei acima. Porém temos o exemplo de Paulo e Barnabé , os quais rejeitaram a idolatria do povo de Listra (Atos 14..7-18). O verdadeiro Líder e pregador do Evangelho não aceita de forma alguma glórias para si mesmo, mas direciona o povo a que dê toda honra e glória a Deus. Porque O Evangelho é o PODER DE DEUS. É o Evangelho de Cristo que:
  • Regenera o homem pecador;
  • Dá o direito ao homem de ser feito Filho de Deus através do sacrifício vicário de Cristo;
  • Dá o direito de ter o seu nome escrito no livro da Vida, de onde ninguém jamais poderá apagá-lo. Uma vez salvo, salvo para sempre. / Vida eterna com Deus. Você tem noção do que significa estar para sempre com Deus?
  • Liberta o homem do jugo de Satanás de uma vez por todas. Você não precisa mais realizar nenhum sacrifício, Jesus foi o sacrifício por nós diante de Deus. Você não precisa mais de Sessão do descarrego, de Sessão disso ou daquilo, de sete semanas de sacrifícios ou de caminho de sal grosso. JESUS JÁ NOS LIBERTOU! Se você nascer de novo verdadeiramente, estará automaticamente LIVRE das amarras do pecado e de Satanás. Todo o pacto com ele é quebrado no ato da regeneração. O Diabo não poderá mais te tocar. Você agora pertence a Deus e NINGUÉM te arrebatará das suas mãos! (I João 5.18) Toda glória pois, ao Deus trino- Pai, Filho e Espírito Santo, o qual realiza em nós esta obra redentora, a qual se completará no céu. Glórias somente a ELE!- esta é mais uma característica do verdadeiro Evangelho.
Você pode estar se perguntando:
Como posso, então, experimentar e vivenciar o Evangelho de Cristo?
Eu te respondo com toda a convicção: Se você Entregar a tua vida a Cristo; não se envergonhando de viver o Seu Evangelho nem de pregar o Seu Evangelho a toda a criatura; não se envergonhando de andar na contramão do mundo e de suas ideias contrárias às Escrituras Sagradas; não sendo egoísta de querer a salvação só pra si, mas proclamar aos outros que ainda há solução para que eles não acabem indo para o inferno; com certeza você estará conosco no céu! Jesus disse: "Eu sou O caminho, A verdade e A vida, ninguém vem ao pai, senão por mim." SIGA-O!!

Você pode gostar também de:
Deuteronômio 28.1-2 X Teologia da Prosperidade

A Verdadeira Religião

Nenhum comentário: