domingo, 5 de julho de 2009

Aprendendo a pensar, a orar e a agir conforme a Vontade de Deus


" Pai, se queres, passa de mim este cálice; todavia, não se faça a minha vontade, mas a tua." (Lc 22.42)

Qual é o seu maior problema hoje? O que tem lhe afligido? Qual é o seu lamento? Onde é a sua dor? Sei que você já pensou neste problema e que quer livrar-se dele "ontem"; mas não é bem assim que funcionam as coisas.

Às vezes estamos sentindo uma ansiedade enorme querendo que algo de bom nos aconteça, que nem sequer paramos pra pensar se realmente estamos desejando a coisa certa na hora certa.
Nem sempre o nosso maior anseio é o melhor pra nós...
Nem sempre o nosso maior sonho vai nos trazer a felicidade que tanto almejamos...
Nem sempre a hora na qual queremos receber algo é a hora que Deus determinou, mesmo sendo da sua vontade, tudo tem o seu tempo; e este tempo não é jamais determinado pelo homem, mas por Deus...(Ec 3.1)
Nem sempre a resposta de Deus vai ser positiva; Deus pode dar a você três respostas diferentes: "SIM", "NÃO" ou "ESPERE". Resta-nos ser submissos à sua Santa Vontade.

Comece a fazer este tipo de reflexão: Será que isso que eu quero é o que Deus também quer pra mim? Será que é chegado o tempo de Ele me dar aquilo que há tanto tempo tenho apresentado diante Dele em oração?
Procure buscar a Deus antes de qualquer atitude. Não se precipite, pois há coisas na nossa vida que jamais poderemos retornar atrás para consertarmos.Há atitudes que tomamos dentro de alguns segundos, que trarão consequências desastrosas pelo resto de nossas vidas.
Se porventura pecarmos, e arrependidos pedirmos o perdão de Deus, com certeza Ele nos perdoará (I Jo 1.9); porém, as consequências dos nossos erros sempre teremos que sofrer. Aquilo que plantamos teremos que colher, isto é Lei estabelecida pelo próprio Deus; diante de quem, cada um prestará conta no dia do juízo.(Mt 12.36;Rm 14.12)

Sendo assim, pense bem antes de insistir em alguma coisa; peça orientação a Deus, não ao seu próprio coração; pois a Palavra de Deus nos diz que enganoso é o coração do homem (Jr 17.9), e diz também que há caminhos que ao homem parece direito, mas o seu fim são caminhos de morte(Pv 14.12).
Há muita gente sofrendo por aí por causa de decisões e/ou atitudes precipitadas. Depois que tudo dá errado nas suas vidas começam, então, a pôr a culpa em Deus; dizendo que Deus as abandonou, que Deus não se importa com elas, etc.
Porém, a Bíblia nos diz que O Senhor não está com o ouvido agravado para que não nos possa ouvir; mas são os nossos próprios pecados que fazem separação entre nós e Deus. Jeremias no livro das Lamentações diz:"De que se queixa o homem? "Queixe-se cada um dos seus próprios pecados." (Lm 3.39)


Portanto sejamos cautelosos ao tomar as decisões. Há um hino antigo, de letra muito profunda, que diz:

"Não tenhas sobre ti um só cuidado qualquer que seja,
pois um, somente um seria muito para ti;
não temas quando tiveres que tomar decisão,
entrega tudo a mim, confia de todo coração.
É meu, somente meu, todo o trabalho,
e o teu trabalho é descansar em mim."

Oremos, peçamos a orientação do Senhor em cada passo que tivermos que dar à nossa frente; e assim, com certeza seremos muito mais felizes, pois estaremos experimentando a Boa, agradável e perfeita vontade de Deus.

Nenhum comentário: