quarta-feira, 27 de maio de 2009

DISPOSIÇÃO, FÉ E CORAGEM



Por Ana Chagas


"Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque na sepultura, para onde tu vais, não há obra, nem indústria, nem ciência, nem sabedoria alguma." (Ec 9.10).

Muitas vezes nos surpreendemos murmurando, reclamando da vida; dizendo que nada dá certo para nós, que nada de novo ou de bom nos acontece... Porém, é necessário refletirmos acerca de algumas verdades:

  • Será que realmente nada de bom tem nos acontecido? Ou nós é que só temos conseguido enxergar as coisas ruins que nos sobrevém? (Salmos 103.1-2 e Lamentações de Jeremias 3.21) Precisamos perceber tudo de bom que Deus tem nos dado e a sermos gratos a Ele desde as pequenas bênçãos. A murmuração foi a causa que levou o povo de Israel a andar durante 40 anos pelo deserto, para poder alcançar a terra Prometida através da sua segunda geração, a qual não se comportou da mesma maneira que seus pais.

  • Será que nada de novo tem surgido trazendo a possibilidade de concretização dos nossos sonhos; ou somos nós que estamos desperdiçando todas as ricas oportunidades que tem surgido, todas os desafios que se nos propõem? (Eclesiastes 9.10)

  • Temos tido a disposição, a fé e a coragem necessárias para empreender novos desafios, novas possibilidades, através das quais poderemos ou não alcançar aquilo que tanto almejamos? (Josué 1.9). É necessário lembrarmos que em tudo precisamos buscar a aprovação e confirmação da parte do Senhor através da Oração e da constante Leitura da Sua Palavra, a Bíblia, sabendo que a sua Vontade para as nossas vidas sempre será Boa, Agradável e Perfeita. (Romanos 12.1-2). Esta pergunta também se aplica ao nosso trabalho na Obra do Senhor. Precisamos enxergar como temos nos comportado diante destas oportunidades que Deus nos oferece. Muitas vezes, nos consideramos incapazes, nos inferiorizamos, e aí nos fechamos para o novo; não conseguimos vislumbrar a superação das nossas limitações; não que esta capacidade venha de nós mesmos, mas do Senhor, que sempre tem capacitado aqueles a quem ELE chama para a sua obra e na vida dos quais tem um Ministério específico a ser desenvolvido no Seu Reino.

Deus nos criou com a capacidade de superação, não é à toa que vemos este grande avanço tecnológico no decorrer dos anos. Toda essa capacidade vem de Deus; o que nos resta é reconhecermos que ela vem DELE. 


Não podemos ir para os extremos, pois como costumo dizer: "Todo extremo é perigoso" Não podemos nos sentir totalmente incapazes, e muito menos nos considerarmos autossuficientes e soberbos diante de Deus nem diante do nosso próximo; pois estes pensamentos e atitudes, definitivamente, não agradam a Deus.

Temos visto tantos exemplos de pessoas que ninguém dava nada por elas, mas que se superaram, deram o seu melhor e são exemplos de vida para todos nós.O que dizer daquele morador de rua de Recife-PE, que esforçou-se, agarrando cada oportunidade que chegava às suas mãos lendo livros em bibliotecas públicas, enfrentando e vencendo cada desafio,cada obstáculo que surgia à sua frente; chegando a ser aprovado no Concurso do Banco do Brasil? (Leia: http://www.unibr.com.br/noticia/noticia.php?cdNoticia=86). O segredo é traçar metas e objetivos, confiar no Senhor Deus (Isaías 40. 28-31), pois "sem Ele, nada podemos fazer".(João 15.5) e sem dúvida alguma AGIR.

Não sei quem é o autor desta ilustração, mas a considero propícia para a nossa meditação de hoje: "Certo homem, sofreu um naufrágio e ficou sozinho numa ilha deserta. Ali ele clamou a Deus que o tirasse daquela ilha, sentou-se e ficou a esperar. Logo passou um navio e ele não fez esforço algum para ser visto, pois cria que Deus iria tirá-lo dali. Depois de algum tempo, passou um helicóptero e alguém de lá o avistou e desceram mais perto e ofereceram ajuda, e aquele homem rejeitou afirmando que só sairía de lá quando Deus o fosse resgatar. Depois de mais um tempo passou um avião, só que este passou bem veloz e muito alto, o que tornou impossível que pudessem avistá-lo. Resultado: Aquele homem não foi resgatado e acabou morrendo naquela ilha. Diz a ilustração que ele chegou diante de Deus e foi imediatamente reclamar do silêncio de Deus em relação à sua oração:"Esperei o Senhor me resgatar daquela ilha e o Senhor não me atendeu." Então Deus respondeu:_ Pelo contrário, eu respondi a tua oração, tanto é, que enviei um navio e logo em seguida um helicóptero; porém, ao invés de aproveitar a oportunidade de escapar dali você a rejeitou."
O que aprendemos através desta ilustração? Aprendemos que devemos agarrar as oportunidades que surgem diante de nós. Se queremos gozar dos frutos, precisamos nos esforçar no preparo da terra, no plantio e no cultivo da fruteira. Se não cuidarmos da terra e nela não plantarmos nenhuma fruteira, o terreno apenas nos produzirá cardos e espinhos. E depois? Reclamaremos de Deus? Ele nos ajuda, Ele nos dá forças, mas a fé e a iniciativa tem que partir de mim e de você.Muitas vezes queremos tratar a Deus como nosso servo, fazendo exigências e querendo apenas ficar "deitados eternamente em berço esplêndido", para apenas esperar as bênçãos caírem prontas do céu direto nas nossas mãos. Porém Deus nos fez criaturas inteligentes e criativas, capazes de se superar a cada novo desafio.


Há pessoas que afirmam veementemente: "Só vou trabalhar se for para ganhar o salário que pretendo, para ganhar menos que isso, prefiro ficar em casa." Considero isso uma acomodação extremamente nociva. 


Acho bonita a atitude daqueles que agarram todas as oportunidades para produzirem coisas boas. Se aquilo que eu realmente almejo ainda não chegou, isso não me impede de ir fazendo outras coisas, ganhando experiências em outras áreas, todo esforço é válido, nenhum trabalho tira a dignidade do homem; pelo contrário, o trabalho enobrece o homem e sempre tem algo novo e bom a lhe acrescentar. À medida que continuo em movimento, lanço fora o comodismo. E concomitantemente continuo a buscar aprimoramento na área que almejo trabalhar no futuro (fazendo reciclagem, especializações, cursos, etc.). E assim Deus nos ajudará a galgar os degraus para a nossa vitória. Não desprezemos as oportunidades que Ele nos oferece de sairmos da ilha onde estamos presos. Aprendamos a valorizar os pequenos começos (Zc 4.10); a ter paciência e perseverança. Entendamos que através de uma pequena janela, pode abrir-se uma grande porta, como já ouvi muitos testemunhos de pessoas que aceitaram um serviço abaixo de sua capacitação, e logo em seguida, Deus abriu uma porta a partir daquele trabalho, que talvez fosse considerado por alguns como sendo nada. Porta esta, que tem sido bênção na vida destas pessoas e de suas famílias. 
Que Deus nos ajude a estar dispostos a sair da Ilha, a agarrar as oportunidades, a dar o melhor de nós nesse empreendimento; pois a Palavra nos diz em Colossenses 3.17 e em I aos Coríntios 10.31, que devemos fazer tudo para a glória de Deus. 

Nem toda a porta que surge escancarada diante de nós foi aberta por Deus. Lembremos que existem também ofertas do Diabo, ofertas que vem para tirar você da presença de Deus.
Se algo que nos é proposto não glorifica a Deus, então devemos fugir de tal oferta, aquilo que não glorifica a Deus e que não reflete harmonia com a Sua Santa Palavra, com certeza não é da Sua Vontade para nossas vidas. Sejamos sábios como José, que ao perceber que estava, diante da tentação, prestes a ferir a santidade de Deus, fugiu! (Gênesis 39.12). Oremos, mas também nos esforcemos!!!! O homem é um ser altamente dinâmico, Deus não nos criou para estarmos plantados num sofá esperando as coisas caírem prontas nas nossas mãos. Saiamos da caverna, saiamos à luta, oremos e nos revistamos de Deus antes de sairmos, confiemos Nele e o mais Ele fará. Ele prometeu que estará conosco todos os dias até a consumação dos séculos. (Mateus 28.20b)

2 comentários:

Elayne disse...

olá Ana, o seu blog é muito reconfortante e acolhedor continue sempre com Deus em seu coração.até logo!ass:ELAYNE O MEU BLOG:elaynepatchwork.blogspot.com

Ana Chagas disse...

Obrigada, Elayne! É bom saber que o nosso objetivo tem sido atingido, para a glória de Deus. Volte sempre e torne-se seguidora, ok?

Tb visitei o seu Blog e gostei muito. Vc é uma verdadeira artista. Que Deus continue te abençoando!

Um abraço!